sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Campeonato Equatoriano de Futebol paralizado.

Greve de árbitros suspende Campeonato Equatoriano
Agência EFEO ( colhido do sítio eletronico da Joven Pan - A rádio do Brasil )


O presidente da Federação Equatoriana de Futebol (FEF), Luis
Chiriboga, anunciou a suspensão indefinida do Campeonato
Equatoriano devido a uma greve de árbitros, e disse que a entidade pode aplicar
punições."Informamos que o Campeonato Equatoriano de futebol, que está
em desenvolvimento, será suspenso devido a greve de atividades adotada pelos
árbitros equatorianos, que estavam designados, inclusive, para apitar hoje jogos
pela terceira rodada da primeira etapa", precisou
Chiriboga em entrevista coletiva.

O dirigente lamentou a medida e
garantiu que a FEF tomará uma decisão sobre as exigências dos árbitros no
próximo dia 29 de fevereiro, em um congresso do futebol equatoriano."A
medida tomada não tem explicação e será aplicado o regulamento de acordo ao que
assinala cada artigo que compete neste tipo de caso", o qual contempla possíveis
punições, disse Chiriboga.

Alfredo Intriago, presidente da Associação de
Árbitros no Equador, disse aos jornalistas que a principal razão para a greve "é
a resolução tomada no Congresso Ordinário de Futebol, onde consta que os
inspetores (de árbitros) serão avaliados e designados pela Comissão Académica da
FEF".

O dirigente da entidade disse ainda que quem deve avaliar as
atuações dos juízes deve ser "gente capacitada, como são ex-árbitros ou pessoas
que fazem parte de comissões de árbitros".Além disso, Intriago se
mostrou chateado por um ofício enviado pelos membros da Comissão Académica da
FEF, que "ameaça" os inspetores ao afirmar "que se não atuarem de maneira
correta, iriam o apagar da lista de inspetores, quando nem a Conmebol nem a Fifa
fazem isso".

Segundo o dirigente, sua missão é defender seus colegas
"diante destas ameaças", por isso houve a paralisação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário