sábado, 4 de fevereiro de 2012

UFAc - Nenhuma matricula no curso de medicina.

A noticia abaixo mostra a realidade do ensino no país.

Inicialmente o ensino fundamental e médio não ensina o suficiente para que o estudante tenha segurança de ser admitido numa boa faculdade.
Então emigra e faz vestibular no longinquo Estado do Acre.

Passa na Universidade Federal local. No entanto, passa também noutras instituições. Opta pelas outras Faculdades. Retornam aos Estados de origem ou para outros onde o ensino é mais respeitado e reconhecido.

Resultado: Nenhuma matricula no Curso de Medicina da Universidade Federal do Acre.

Vejam a reportagem abaixo, colhida do sítio eletronico de A Gazeta net, de Rio Branco.

Roberto J. Pugliese


Curso de Medicina da Ufac não teve nenhum aluno matriculado

( Ana Paula Batalha, do jornal A Tribuna, do Acre )



Dos quarenta candidatos aprovados no vestibular 2012 para o curso de Medicina da Universidade Federal do Acre (Ufac), nenhum compareceu para efetuar a matrícula. O anúncio foi feito ontem (3), pela reitora da instituição, Olinda Batista.

Segundo a reitora, fato dessa natureza nunca ocorreu na história da universidade para os cursos mais procurados, mas nesta edição de 2012, para ela, esse era um fato a se esperar.
“Hoje o candidato possui muitas oportunidades para estudar em todo o Brasil. Se ele passa em outras instituições de ensino e, se estudar fora do estado for o sonho dele, é claro que ele vai em busca do sonho”, disse a reitora.

O curso de Medicina foi o mais concorrido na universidade. Dos aprovados, apenas uma candidata tinha RG do Acre, mas também não efetuou a matrícula. Ela trocou a universidade acreana pela do Ceará.

A baixa adesão de matrículas ocorreu em todos os cursos da instituição. Dos 1.620 candidatos aprovados para o campus de Rio Branco, matricularam-se 1.024 alunos, correspondendo a 63,21 % do total.

No campus de Cruzeiro do Sul, matricularam-se 292 pessoas, em um universo de 430 vagas, correspondendo a 67, 91 %. No município, por exemplo, tiveram 50 vagas para o curso de Agronomia, mas 23 não foram preenchidas. Biologia também não preencheu 28 vagas.

O diretor do Núcleo de Registro e Controle Acadêmico (NURCA) da Ufac, Antônio José Brasil da Silva, informa que a situação é inédita na instituição, e assegura que, com a falta de comparecimento dos aprovados dentro das vagas, os candidatos que ficaram na lista de espera serão convocados em breve.

Segundo o diretor, na segunda quinzena de fevereiro, os candidatos do curso de medicina classificados imediatamente abaixo das 40 vagas serão chamados para efetuar a matrícula institucional. A lista dos novos nomes está prevista para ser divulgada na terça-feira (7) no site da instituição.

Ao contrário de anos anteriores em que a Ufac realizava exames vestibulares, este ano os candidatos foram selecionados através da classificação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o que pode ter causado a baixa adesão. (Ana Paula Batalha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário