quinta-feira, 5 de abril de 2012


A moça está liberada para se masturbar durante o expediente. Assim confirmou o Tribunal do Trabalho do Espirito Santo.
Roberto J. Pugliese
( Colaborou Renap - Rede Nacional de Advogados Populares )

Nenhum comentário:

Postar um comentário