quarta-feira, 18 de abril de 2012

Pernambuco aposenta magistrado por assédio.



A Corte Especial do Tribunal de
Justiça de Pernambuco (TJ-PE) decidiu aposentar compulsoriamente o juiz da 7ª
Vara Criminal da capital, Adeildo Lemos de Sá Cruz, por maioria dos votos,
durante julgamento de segunda-feira (9) em Recife.


O juiz respondia a um Processo
Administrativo Disciplinar por prática de assédio moral contra os servidores da
vara em que é titular. O relator do caso foi o desembargador Silvio de Arruda
Beltrão.



A defesa do juiz alegou inexistência
de provas firmes que comprovassem a má conduta do magistrado e pediu a
improcedência da acusação e arquivamento do processo, o que foi negado.



O desembargador Silvio Beltrão
apresentou o que foi apurado durante a investigação do caso ao apresentar seu
voto. Ele mostrou trechos dos depoimentos de diversos servidores da vara sobre
o comportamento do juiz e o tratamento dado a eles.



Segundo o TJ, o juiz pode entrar com
recurso no CNJ (Conselho Nacional de Justiça). O Tribunal de Justiça, no
entanto, não soube informar se Cruz irá recorrer.

(Fonte: Folha de São
Paulo )

Nenhum comentário:

Postar um comentário