quinta-feira, 7 de junho de 2012

Clube Naval teme revanchismo.


Medo de revanchismo !

Clube Naval cria comissão da verdade paralela à oficial
Objetivo é dar assessoria jurídica a militares que possam depor e evitar ações pró-revogação da Lei da Anistia. Preocupado em blindar os militares que serão convidados a depor na Comissão Nacional da Verdade e a apresentar um contraponto a possíveis ataques às Forças Armadas, o presidente do Clube Naval, Ricardo Veiga Cabral, criou uma “comissão paralela da verdade” e montou um grupo jurídico para assessorá-la.

A ideia é analisar os debates na Comissão da Verdade e oferecer orientação jurídica e acompanhamento nos depoimentos. A iniciativa pioneira do Clube Naval deve ser seguida pelos demais Clubes Militares, liderados por militares da reserva, que têm funcionado como a voz do pessoal da ativa que é impedido de falar pelo Regulamento Disciplinar das Forças Armadas.
Os militares reformados são os que mais temem a Comissão e a Verdade ! O tempo passou mas a sociedade violentada não esqueceu.

Roberto J. Pugliese
www.pugliesegomes.com.br

( fonte: Tânia Monteiro O Estado de S. Paulo - 14/05/2012 )

Nenhum comentário:

Postar um comentário