sábado, 6 de julho de 2013

Bolivia é ultrajada na Europa. Colonialismo explícito.

 
Europa fecha espaço aéreo para Morales.
 
O avião presidencial de Evo Morales, o indígena que está tornando a Bolívia um país independente e soberano, foi obrigado a desviar a rota e não sobrevoar ou pousar em diversos países da Europa, quando retornava de uma viagem à Rússia. 
A ordem se deu em consonância a suspeitas que no avião se encontrasse o espião da CIA que está na Rússia aguardando asilo político.
Certo ou errado, verdade ou mentira, o fato é uma violação a direitos consagrados em relação a diplomacia internacional e as regras de segurança de navegação aérea e não se justificam.
O pronunciamento, ainda que demorado para se dar, da presidente Dilma, revela a indignação latino americana. E quando se pronunciou foi contundente.
 O Expresso Vida se solidariza aos bolivianos e repugna mais uma vez o ato imperial dos países do Velho Mundo, submissos que são aos Estados Unidos da América.
 Roberto J. Pugliese
Membro da Academia Eldoradense de Letras
Membro da Academia Itanhaense de Letras
Titular da Cadeira nº 35 – Academia São José de Letras 

Nenhum comentário:

Postar um comentário