domingo, 7 de dezembro de 2014

Segurança nos tribunais submetem Juízes e Promotores a revistas.


Juízes, promotores, advogados e a segurança pública.
 
 
 
 
( Há distancia entre a justiça dos homens e divina )
 
 
 
 

No último dia primeiro de Dezembro o Conselho Nacional de Justiça ( CNJ ) determinou que os promotores e os juízes terão que passar por detectores de metais no acesso a tribunais.

 

A Ordem dos Advogados do Brasil, secção do Paraná requereu denunciando que apenas os advogados e o público em geral se submetiam a esses procedimentos.

 “A decisão do Conselho Nacional de Justiça foi acertada e contundente. Assim como os advogados, juízes e promotores de justiça devem, por igual, serem submetidos a tratamento da mesma natureza para fins de segurança”, disse o presidente nacional Marcus Vinicius Furtado Coêlho.

A discriminação além do desprestígio dos advogados também punha em risco a segurança do prédio pois, o Juiz e o Promotor podem ser obrigados a ingressarem armados sob ameaça e posteriormente entregarem a bandidos para ações delituosas.

O Expresso Vida lembra que ao contrário do que foi decidido pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, os Juízes não são deuses.

 

Roberto J. Pugliese
Consultor da Comissão de Direito Notarial e Registrária do Conselho Federal da OAB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário