quarta-feira, 3 de junho de 2020

EUGENIA PROGRAMADA À VISTA !

PERIGO: GENOCÍDIO EUGÉNICO!

Os brasileiros estão correndo alto risco de genocídio de grande parte da população dos mais frágeis. Sem receio posso incluir na listagem de hiposuficientes  os pobres, desvalidos, os doentes, os velhos, os desqualificados, os moradores de rua, os isolados nos grupos sociais diferenciados, entre os quais quilombolas, indígenas, pescadores artesanais, ciganos e milhões, sim, milhões de pessoas que não dispões de carteira de trabalho, diploma, força, dinheiro ou alguma forma de produzir e consumir.





O discurso contínuo e seguido das altas autoridades da República, especialmente as atitudes do presidente, como chefe de estado e de governo é a prova maior de sugerir que as orientações dos cientistas, médicos, sanitaristas e técnicos em saúde pública do mundo inteiro não devem ser atendidas, pois a economia e a vida financeira do país é que deve ser tutelada e agindo assim, os mais fracos irão morrer de qualquer modo e a economia quebrada gerará o colapso financeiro, extinguirá empregos, provocará falencias e o país não terá mais como cumprir suas obrigações fiscais, financeiras, economicas e sociais

Um discurso que é repetido em favor do incentivo a volta ao trabalho ignorando a recomendação para que a população fique isolada, guarnecida em casa, evitando o contato com outras pessoas, numa quarentena rasoavel, para evitar o colapso da estrutura sanitária e médica.

Sem delongas: O povo ignorando as recomendações dispostas pelas autoridades mundiais e atendendo aos reclamos das autoridades federais especialmente, estará se expondo e arriscando a própria vida. 

Grandes empresas multinacionais, conglomerados financeiros, empresários de um modo geral, proprietários de seus negócios, sabem que tem seus familiares e amigos  de certo modo protegidos em suas casas, sítios ou bangalos isolados e que não serão expostos a contágios. Incentivam a volta ao trabalho a qualquer preço e o trabalhador, comerciário, operário ou qualquer mão de obra sem lastro financeiro, se curva e irá cumprir as exigencias patronal para não perder o emprego. Apostará a vida em busca do trabalho.

É o genocídio arquitetado.
Ao invés do governo federal abrir o cofre e prover os habitantes frágeis de recursos para a sobrevivencia mínimamente humana, preservando a saúde, se omite e incentiva o fim da quarentena.

O Expresso Vida está do lado da ciencia. Dos médicos e dos que estudam como preservar a vida e enfrentar o coronavirus. Repudia toda tentativa de arriscar a vida de quem quer que seja, rico, pobre, negro ou incolor.

Enfim, atentem-se e cuidem-se.
A vida é uma só.
Emprego, mesmo dificil, é possível substituir, se o interessado, sobreviver.

Roberto J. Pugliese
editor
Titular da cadeira 35 da Academia São José de Letras.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário