quarta-feira, 12 de agosto de 2020

VIVA CANANÉIA – FELIZ ANIVERSÁRIO !



A CIDADE ILUSTRE DO BRASIL COMPLETA 489 ANOS !

Berço da civilização brasileira, São João Batista de Cananéia, a Cidade Ilustre do Brasil, foi o domicilio do Bacharel de Cananéia, castelhano que chegou antes de Cabral aportar  na costa baiana e teve grande influencia política em toda a costa sul brasileira. 


Nos últimos anos entretanto a cidade não tem muito que comemorar, pois em razão de seguidas péssimas administrações, no todo o município continua  abandonado, esquecido e empobrecido, a despeito de toda a potencialidade econômica e condições para o desenvolvimento sustentável que apresenta.

A situação descrita não decorre da pandemia que assola o Brasil e o mundo. Decorre da falta de governo com visão, competência e em certos casos, honestidade. Decorre da omissão legislativa e de falta de condições para o exercício do cargo de vereadores que há anos campeia na Câmara de Vereadores da cidade. Há exceções, porém são raras.



Encravada no Lagamar integra o mosaico de preservação ambiental sendo sede de diversos parques estaduais que, sem o gerenciamento adequado, diversamente ao proposto não promovem os recursos previstos e inibem o progresso da cidade, sem que com esse sacrifício a proteção ambiental se complete como deveria.

Aliás, o Parque Estadual da Ilha do Cardoso é uma realidade da falta de interesse do poder público para com a preservação da natureza. Quem se atreve a visitar a sede, no Pereirinha e no Itacurussá, lado norte da Ilha do Cardoso, fica estarrecido e decepcionado com o descaso e os milhões de reais mais investidos. Lamentável.

Sem muito lero-lero é oportuno lastimar que suas autoridades ignorem o potencial cultural local, a ponto de sua biblioteca e o museu municipal estarem em completo abandono.  

Insta salientar que a história heróica vivida pelo povo do distrito do Ariri no início do século passado deveria ser amplamente divulgada, para que não viesse ser esquecida como vem ocorrendo ao longo do tempo e principalmente por ser motivo de orgulho. Orgulho para o povo do lugar e do Estado de São Paulo, no entanto, desconhecido de todos.

Merece registro também que o povo de Cananéia teve participação ativa na Revolução Constitucionalista de 1932. Seus habitantes visto os singelos, porém importantes atos de bravura que deveriam ser divulgados para servirem de exemplo aos jovens de hoje e de amanhã não estão à disposição da sociedade. Não há notícias de fácil acesso aos interessados...


Por ser uma cidade histórica, cuja origem é anterior ao período Colonial, essa condição já permite a exploração do turismo cultural, com a presença de pesquisadores, estudiosos, historiadores interessados em desenvolver seus trabalhos acadêmicos e científicos, rendendo assim resultados econômicos que estão atualmente dispersos.

E assim, falta o incentivo das autoridades para que anualmente, a cidade promova eventos, celebre datas e incentive e difunda o turismo cultural. 

Nessa data é importante que os seus habitantes e visitantes bradem em protestos para que haja mudanças radicais no comportamento de suas autoridades, na maioria relapsa e sem a mínima condição de gerirem os interesses públicos para a sociedade cansada e sofrida.

Cada dia que passa a cidade e o povo fica mais pobre. Sem saída que viabilize o fomento à economia local. E todos quietos. 

Enfim, a população da cidade sofre pela incompetência e descaso das autoridades locais e se não tomarem medidas enérgicas a situação que se constata hoje não será alterada. Com ou sem pandemia. Antes ou depois do Coronavirus a cidade permanecerá estagnada e cada vez mais focada em sobreviver cada vez mais empobrecida, suja e abandonada.



Mas, mesmo assim, parabéns. Viva Cananéia. !

Roberto J. Pugliese
( foi vereador à Camara Municipal da Estancia Balnearia  de Cananéia, em 1983 )

Nenhum comentário:

Postar um comentário