domingo, 14 de setembro de 2014

Advogado não repassa valores ao cliente.


Advogado sofre ação de danos morais.

 

Cliente insatisfeito com o comportamento de seu advogado promove ação de reparação de danos morais, cujo tramite segue desde 31 de maio de 2010.

 

O processo havia sido julgado extinto em primeiro grau, mas o Tribunal de Justiça reformou a sentença e determinou o prosseguimento da ação.

 




 

A autora afirma nos autos ter contratado os serviços do advogado para representá-la em ação trabalhista, na qual houve um acordo, com direito a recebimento de valores da empresa onde trabalhava. Entretanto, acrescenta, o acerto não chegou ao seu conhecimento, o dinheiro não lhe foi repassado e a assinatura aposta no documento não confere com a sua. O profissional negou as acusações.

Dependendo do resultado final as consequências poderão se desdobrarem para o âmbito ético e criminal.

O Expresso Vida repudia o comportamento do profissional.

Roberto J. Pugliese
( Foi membro do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB.Sc )




FONTE: TJSC

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário