terça-feira, 2 de setembro de 2014

Seca: São Paulo sem água. ( E agora ?)


 

Estiagem: Os erros se repetem.

 

São Paulo está sofrendo grande estiagem e corre o risco
de ficar sem água para consumo e produção de energia.

 

Discute-se a situação sob o prisma da falta de chuva
para alguns e da falta de planejamento para outros. Ninguem aborda a
poluição dos rios e suas margens ou as agressões à natureza como
se testemunha.

 

Agora o aeroporto de Campinas, em Viracopos,
em ampliação está atingindo nascentes de ribeirões.

 

Sem comentários: Ninguém parece que aprende.

 

Roberto J. Pugliese
Autor de Direito das Coisas, 2005. Leud

Nenhum comentário:

Postar um comentário