sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Atuação do Ministério Público Ambiental do Piauí merece reparos.


Ministério Público omisso!

 

 

O Ministério Público tem atuado com rigor e exageradamente contra a sociedade quando se depara com situações que mostram violação à tutela ambiental.

 

O Expresso Vida tem acompanhado a atuação ministerial em São Paulo, no Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina e verifica rigor excessivo.

 

No entanto, a nota abaixo, divulgada pela imprensa local mostra que no litoral do Estado do Piauí a violação ambiental está sem a fiscalização necessária e rigorosa do Ministério Público.

 

Vale transcrever: carro limpa fossa jogando os dejetos na Comunidade Labino, próximo às dunas. Quem passou por lá ontem (19) sentiu o odor insuportável de fezes. A internauta que presenciou o fato ligou para o IBAMA e eles disseram que só iriam ao local se a denúncia fosse por escrito e desligaram o telefone.

 

A nota colhida na rede mundial é digna de abertura de inquérito para apuração da responsabilidade do funcionário aludido

O Expresso Vida pede maior rigor na atuação do Ministério Público no litoral do Piauí e maior bom senso no litoral do Brasil sul e sudeste em face de violência que atua em defesa do ambiente e esquecendo-se das pessoas.

Roberto J. Pugliese
presidente da Comissão de Direito Notarial e Registros Públicos –OAB-Sc
Membro da Academia Eldoradense de Letras
Membro da Academia Itanhaense de Letras
Titular da Cadeira nº 35 – Academia São José de Letras
Autor de Terrenos de Marinha e seus Acrescidos, Letras Jurídicas
Autor de Direitos das Coisas, Leud

(Fonte 19 de julho- Rapidinhas do Proparnaiba )

Nenhum comentário:

Postar um comentário