sábado, 10 de agosto de 2013

Um breve poema !


Organizar a esperança,

Conduzir a tempestade

Romper os muros da noite,

Criar sem pedir licença

Um muro de liberdade.

Trabalhar a dor, trabalhar o dia,

Trabalhar a flor, irmão!

E a coragem de acender a rebeldia!

Convocar todos os sonhos

E as mãos das companheiras

Feitas de espera e de flor,

Tecendo nossas bandeiras

Na trama de cada dor.

(Pedro Tierra)
 
OO
O Expresso Vida publica a poesia de Pedro Tierra solidário as doces, porém, firmes palavras do notabilizado poeta das massas.

Roberto J. Pugliese
www.pugliesegomes.com.br
titular da cadeira nº 35 da Academia São José de Letras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário