domingo, 20 de maio de 2012

Copa do Mundo !!!


Jornal O Povo


Opinião
A Copa do Mundo de Futebol não pode ser um gol contra

"A proposta reflete a arrogância dos dirigentes da Fifa e o desprezo pela população idosa brasileira"


“Muitas vezes é a falta de caráter que decide uma partida. Não se faz literatura, política e futebol com bons sentimentos...”




Nelson Rodrigues.Os dirigentes da Federação Internacional de Futebol (Fifa) declararam que o Brasil precisa alterar a legislação que concede meia-entrada aos idosos e estudantes a fim de viabilizar economicamente a Copa do Mundo de 2014.Não bastasse a falta de transparência nas informações sobre o gasto total de dinheiro público para construção ou reformas de estádios de futebol, agora querem a imposição de revogação de Leis conquistadas através de históricas lutas sociais, como, por exemplo, o Estatuto do Idoso que em seu artigo 23 estabelece - “ A participação dos idosos em atividades culturais e de lazer será proporcionada mediante descontos de pelo menos 50% (cinquenta por cento) nos ingressos para eventos artísticos, culturais, esportivos e de lazer, bem como o acesso preferencial aos respectivos locais”. A proposta reflete a arrogância dos dirigentes da Fifa e o desprezo pela população idosa brasileira, que em sua maioria não possui renda suficientemente para arcar com sua sobrevivência e demais necessidades, já que mais de 70% dos idosos recebem um salário mínimo da previdência social e 50% desses idosos ainda sustentam suas famílias (IBGE, 2010). E o mais grave é que tal proposta está sendo endossada por algumas autoridades brasileiras. A proposta de Lei Geral da Copa, ditada pelos interesses dos senhores da Fifa poderá ainda agredir ao Direito do Consumidor e Estatuto do Torcedor quando permite os seguintes absurdos: a) fim da proteção em caso de cancelamento, devolução e reembolso de ingressos; b) cancelamento ou alterações de horários ou assentos sem aviso prévio; c) liberação da venda casada de ingressos em forma de pacotes, prática comercial abusiva e d) anulação do direito de arrependimento para desistência da compra do ingresso pela internet. O Governo reclama da falta de dinheiro para garantir a saúde da população, porém, vai gastar bilhões em um evento esportivo, que na verdade vai beneficiar, de modo preponderante, ao capital internacional e que não será acessível a grande maioria dos brasileiros. Gosto muito de futebol, mas infelizmente, Nelson Rodrigues estava certo, não são bons sentimentos que movem a classe política em torno desse projeto de Copa. Quanto dinheiro o ralo da corrupção vai levar? O que vai melhorar na qualidade de vida das pessoas? Vejo mais uma vez o time do povo sendo derrotado, e de goleada.




Alexandre de Oliveira AlcântaraPromotor de Justiça (CE) e integrante do Conselho Nacional dos Direitos do Idoso (CNDI)

Nenhum comentário:

Postar um comentário