domingo, 22 de janeiro de 2012

Governo de São Paulo a serviço do capital. Omisso viola direitos.

Violência e barbaridade.

Desordem total - Violência policial - Descumprimento de ordem judicial.

Governador omisso. Estado a serviço de banqueiro.

( Notas colhidas de testemunhas que se encontram em São José dos Campos, Sp e nas redes sociais da net indicam que a violência é extrema )

Lamentavelmente o governo de São Paulo está propiciando que a Policia Militar, sucessora da gloriosa Força Pública de São Paulo, cometa trágica matança e provoque clima de desespero, medo, insegurança... balburdia total.

O senador Suplicy está com o deputado Ivan Valente e outros detidos. Os telefones celulares estão censurados. O clima é de guerra. Direitos e garantias individuais ignorados.

Dois mil policiais para expulsarem do bairro 1600 pessoas. Famílias, crianças, idosos. Esse é o pais da Copa.
Direitos humanos ignorados pela OAB-SP, pela Pastoral da terra, da família... pelo MPSP e Federal.

Recebi de Tatiana Dias Gomes a seguinte mensagem:
" Estou acompanhando pelo tuiter em tempo real e a repressão está duríssima. Senador Suplicy e deputado Ivan Valente estão lá, mas cercados pela PM dentro de uma escola. Notícias de que sinais de internet e de celular estão sendo cortados. O bairro do Pinheirinho foi cercado com barreiras da PM. A justiça federal determinou que se interrompa a desocupação, pois a União tem interesse na área, mas o comandante da PM ignorou a ordem. Desgraçadamente, ainda temos o conhecido padrão da barbárie: helicópteros, disparos com armas letais, bombas de fumaça para todos os lados, crianças e mulheres, uma grávida, inclusive, sendo agredidas. E, de todas as notícias, a que mais me incomoda é a de que existe um ferido grave (confirmado na internet) no hospital e 5 mortos (porém, sem confirmação, de maneira que por enquanto prefiro pensar que é apenas). Chovem notícias pelo tuiter e não sei se esqueci algo. Além de apoio moral, financeiro e judicial, precisamos urgentemente de um exército popular. "

Enfim, tristeza muito grande, saber que o governo tucano de São Paulo está a serviço de um banqueiro e se omite as barbaridades da PM e demais agentes.

Constrangido e envergonhado,

Roberto J. Pugliese

Nenhum comentário:

Postar um comentário