sexta-feira, 2 de março de 2012

Suicídios na Ilha do Bananal preocupam !!!

Suicídios de índios na Ilha do Bananal
As possíveis causas do elevado número de suicídios de índios da
etnia Karajá, na Ilha do Bananal será debatidas pela Comissão de Direitos
Humanos. A solicitação foi feita pelo senador Vicentinho Alves.

O senador Vicentinho Alves, do Estado do Tocantins, teve requerimento aprovado na Comissão de Direitos Humanos (CDH) , convidando autoridades públicas
federais e do Governo do Estado do Tocantins para debater as possíveis causas do
elevado número de suicídios de índios da etnia Karajá, na Ilha do Bananal.

No documento, foram convidados o Procurador da República no Estado do
Tocantins, Álvaro Manzano; o Secretário de Justiça do Estado do Tocantins,
Djalma Leandro; o Secretário Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde,
Antonio Alves; o presidente da FUNAI, Márcio Augusto Meira;o professor de
Cátedra Indígena Internacional, Marcos Terena; e ainda representantes indígenas
das etnias Karajá e Xerente - Iwraro Karajá e Ribamar Xerente.
“A audiência pública na CDH nos permitirá discutir em profundidade problemas,
como o alcoolismo e o consumo de drogas, que têm crescido de forma assustadora
nas aldeias indígenas em todo o Brasil, com consequências devastadoras para
essas comunidades”, afirma Vicentinho.
A Comissão de Direitos Humanos ainda não definiu a data em que a audiência
será realizada, mas o senador Vicentinho Alves já está tratando com o senador
Paulo Paim, presidente da CDH, que se comprometeu a marcar audiência o mais
breve possível.
Infelizmente não é uma atitude singular. Os indígenas de Dourados, Ms, também tem procedido de forma semelhante em razão da falta de perspectivas.
Roberto J. Pugliese
(Fonte = Assessoria do Senador Vicentinho Alves )

Nenhum comentário:

Postar um comentário