sábado, 29 de março de 2014

ARNESTO FALECEU.


 

 

FALECIMENTO –

 

O Expresso Vida publica com pesar que faleceu na véspera do último carnaval o Dr. Ernesto Paulelli, que se imortalizou por acaso.

 

No inicio dos anos 30, violonista que era, convidado a tocar na radio Record, conheceu Adoniran Barbosa, que ao ler seu nome logo bradou: “Arnesto”. Corrigido pelo nomeado, Adoniran insistiu: voce agora é o Arnesto e eu vou fazer um samba para voce. Seu nome dá samba.

 

Em 1955  o Sr. Ernesto ouviu o “Samba do Arnesto” com sua mulher, Alice, e ambos se emocionaram. Encontrou-se com Adoniran depois e agradeceu muito  por ter sido a inspiração da música.

Pois é: quem não conhece o Samba do Arnesto?  Dr. Ernesto, aos 99 anos, nos deixa e leva consigo uma parte daquela São Paulo poética e boêmia , em que o ápice da violência era as travessuras acrobáticas de um romântico ladrão chamado Meneghetti....

 

O Expresso Vida se solidariza aos familiares do extinto e a todos paulistas, paulistanos e demais apreciadores do samba paulista e de Adoniran Barbosa.

 

Roberto J. Pugliese
Presidente da Comissão de Direito Notarial
e Registros Públicos –OAB-Sc
Sócio do Instituto dos Advogados  de Santa Catarina

 

 

( Colaboração – Dr. Orlando Maluf  Haddad )

Nenhum comentário:

Postar um comentário